CONTATO  

ATENDIMENTO

 

Salvador-BA

Na capital baiana, a Central de Cidadania mantém sua unidade em Pernambués, um dos bairros mais populosos, de maior população negra, e pobres de Salvador. 

Nesta unidade, além do atendimento prestado às crianças da região com o Projeto Pé na Escola – atualmente 130 crianças participam do projeto-, a Instituição trabalha há anos numa importante parceria com o Serviço Social do Comércio (SESC-BA) com a finalidade de desenvolver durante todo o ano cursos e atividades de qualificação profissional e de geração de renda para as famílias carentes do bairro e região. Artesanato, corte e costura, decoração e culinária estão entre os cursos oferecidos. Entre outros. Tudo de graça.

O Programa “Pé na Escola” dedica-se à inserção das crianças na rede pública de ensino, e à implantação da “jornada integral” com atividades culturais, de recreação e de reforço escolar, na sede da instituição, localizada no bairro de Pernambués. 

FEIRA DE SANTANA

Conhecida como a “Princesinha do Sertão”, Feira de Santana é o portão de entrada para uma das regiões mais pobres do Brasil: o semi-árido da Bahia. Na cidade, a Central de Cidadania desenvolve ações sociais em parceria com a Creche Rubem Cerqueira, local que abriga mais de 200 crianças.

O projeto atua para reduzir os elevados índices de desnutrição infantil, evasão escolar e exploração de mão-de-obra infanto-juvenil nas regiões periféricas da cidade. A iniciativa leva o nome do seu idealizador, Rubem Cerqueira, empresário que doou o terro para o projeto. 


A Central de Cidadania tem entre suas principais características priorizar o trabalho comunitário através da formação de parcerias com associações de moradores, lideranças locais e projetos já existentes. O ICEC adota a lógica e o bom senso de aproveitar a experiência e a boa vontade de quem já atua em suas respectivas comunidades e que, portanto, conhece com maior profundidade os problemas e necessidades de sua região. Com esta estratégia economiza-se tempo, recursos e atinge-se os objetivos sociais com maior rapidez e eficiência.


CENTRAL (SERTÃO DA BAHIA)

Central é um município pobre localizado na Chapada Diamantina, no sertão da Bahia, à 500Km de Salvador. Lá, a maior parte dos habitantes sobrevive da agricultura de subsistência, cujo resultado depende das variações climáticas tão comuns nesta região da caatinga. Quando não chove o suficiente para a produção agrária, a seca assola as plantações, resultando em fome e desespero para a população pobre.

Neste distante município, a Central de Cidadania transformou um casarão em ruínas num dos seus mais comoventes programas de inclusão social. 

Mais de 120 crianças e jovens são assistidos em atividades de complementação educacional, inclusão digital, além de iniciativas ligadas à arte, esporte, cultura e lazer. Os resultados foram imediatos: ano a ano 99% dos alunos atendidos pelo ICEC são aprovados em suas respectivas escolas, na rede pública de ensino.

CAMAÇARI-BA

Em Camaçari-BA, a Central de Cidadania é parceira-mantenedora do Projeto Recanto das Árvores, em conjunto com a população, sob o comando da líder comunitária Miralva Carvalho. Neste projeto, localizado no bairro POCH III, são atendidas mais de 200 crianças e adolescentes pobres. O POCH III é um dos bairros mais pobres e violentos da cidade, contrastando com a riqueza produzida pelo Polo Petroquímico de Camaçari, localizado nas proximidades.


Além de abrigar as crianças, o projeto é referência no atendimento às solicitações emergencias da comunidade, e também oferece atividades de qualificação para o trabalho e educação ambiental. A parceria com o ICEC fez o projeto Recanto das Árvores quadruplicar o número de crianças atendidas.